Pesquisadores brasileiros investigam a preferência dos gatos por arranhar tecidos de sofás


Pesquisadores brasileiros investigam a preferência dos gatos por arranhar tecidos de sofás

Neste artigo veja Pesquisadores brasileiros investigam a preferência dos gatos por arranhar tecidos de sofás.

Esse artigo é feito perfeitamente para você que, antes de mais nada, busca informação sempre com qualidade e em primeiro lugar.

Se você é um mentor de gatos e seu sofá foi “destruído” por arranhões de animais, saiba que o tipo de tecido que cobre a mobília afetará esse problema.

Os pesquisadores também investigaram a resposta preferencial do gato a arranhões e gorgorão à prova d’água, um tecido geralmente considerado “à prova de gatos”, assim como a camurça.

Para realizar a pesquisa, os pesquisadores construíram um dispositivo semelhante a um grande raspador com quatro pilares, cada um revestido com diferentes tipos desses quatro tecidos.

Três ONGs diferentes forneceram este raspador por vários dias consecutivos para salvar gatos orfãos e, em seguida, fotografaram felinos usando essa estrutura.

Em seguida, os pesquisadores registraram o tempo e a frequência dos arranhões do gato em cada tecido do vídeo e, com base nisso, determinaram as escolhas que faziam para a organização todos os dias.

As preferências do gato são então inferidas a partir de respostas de seleção consistentes ao longo de vários dias.

Embora as ONGs avaliadas tenham diferenças consideráveis ​​em suas origens ambientais e sociais, os pesquisadores foram capazes de encontrar padrões claros nas respostas de preferência dos gatinhos, não importando com qual ONG eles estavam.

O chenille sempre foi a primeira escolha e, por outro lado, dados os demais tecidos disponíveis em estruturas com pilares, os gatos evitam o couro sintético e o gorgorão à prova d’água.

Veja qual a preferência dos felinos

Pesquisadores-brasileiros-investigam-a-preferência-dos-gatos-por-arranhar-tecidos-de-sofás-2

Em relação à camurça, as ONGs têm respostas diferentes para as preferências dos gatos, uma organização que às vezes é apreciada e evitada pelos gatos.

Embora os resultados do estudo mostrem que os gatos dessas ONGs não gostam de arranhar couro sintético ou gorgorão impermeável.

Os pesquisadores destacam que isso não significa que esses animais não arranhem esses mesmos tecidos, desde que estejam disponíveis qualquer tecido em seu ambiente.

Sem escolha, os gatinhos podem coçar qualquer tecido disponível – seja ele qual for, especialmente considerando que o comportamento de arranhar é tão natural e importante para os gatos.

Além disso, como esta pesquisa foi realizada em uma organização não governamental, ou seja, o background ambiental e social é muito diferente do que encontramos na casa do tutor, então mais pesquisas são necessárias para avaliar se essa resposta é na casa do gato.

Os pesquisadores também destacaram que independente dos resultados do estudo, é importante lembrar que ter um arranhador do gato na casa do responsável é sempre essencial para garantir melhores condições de bem-estar aos felinos, principalmente se evitarmos tecidos que eles gostam de arranhar em outros móveis da casa.

Em outras estruturas e móveis do ambiente, melhor dizendo.

Veja também:

>>> Confira aqui quais são as cidades que tem mais turistas que habitantes

>>> Exército dos EUA testa óculos de realidade aumentada para cães

>>> Gatos podem ser os melhores companheiros para seu home office

>>> Consegue encontrar os 3 rostos escondidos na imagem? Somente algumas pessoas conseguiram

>>> Veja os truques que supermecados fazem para que você gaste mais dinheiro

Fonte: www.amomeupet.org

Vai mais um pouco de curiosidade aí?

Compartilhe nosso conteúdo!

Quantas estrelas ⭐⭐⭐⭐⭐ este artigo merece?