Likes, boa imagem nas redes sociais e ansiedade geram ciclo vicioso


Neste artigo veja que Likes, boa imagem nas redes sociais e ansiedade geram ciclo vicioso.

Separamos este artigo especialmente para você que em primeiro lugar, possa se inspirar e absorver mais conhecimento. 😉

Likes, boa imagem nas redes sociais e ansiedade geram ciclo vicioso

,Em primeiro lugar, o fato de que o uso excessivo de mídias sociais pode causar danos emocionais foi reconhecido.

Mas como isso aconteceu? A realidade é que pode parecer bobagem curtir no Instagram, sobretudo aumentar o número de seguidores e ter um perfil com bom engajamento, mas se você olhar mais fundo, é possível usar a ciência para explicar sua relevância para algumas pessoas.

Além disso, a dopamina é um neurotransmissor responsável pelo bem-estar e recompensas.

É liberada quando você se envolve em atividades prazerosas, come suas comidas favoritas e até usa redes sociais.

O mecanismo de aprovação deste último está intimamente relacionado à exploração dessa sensação de felicidade.

Bem como, é importante notar que a dopamina não é liberada apenas quando você é recompensado, mas também quando você acha que será.

Como Funciona no corpo humano

Likes,-boa-imagem-nas-redes-sociais-e-ansiedade-geram-ciclo-vicioso-2

O corpo está sempre tentando manter um equilíbrio chamado homeostase, então, quando uma pessoa está ansiosa, ela precisa liberar dopamina.

Porém, se sua conquista for algo que já foi lembrado, não terá o mesmo efeito.

Portanto, sempre se busca maior força.

Então, isso cria um círculo vicioso, porque quando você não consegue atingir essa intensidade, a ansiedade também aumenta.

Esse ciclo de uso da Internet para aliviar a ansiedade e, eventualmente, gerar mais ansiedade devido à atividade insuficiente da rede social levará a perdas porque o hormônio do estresse cortisol começa a ser produzido

O cortisol está relacionado ao sistema imunológico.

Então, as pessoas começaram a encontrar outros problemas.

Além disso, esse ciclo de ansiedade acabará afetando o sistema emocional e as áreas de tomada de decisão do cérebro.

Devido às redes sociais, já existe uma cultura que não absorve conhecimento, o que fará com que o córtex cerebral encolha.

Portanto, a capacidade de controlar as emoções é reduzida e podem ocorrer doenças como a depressão.

Para melhorar essa situação, a neuroplasticidade cerebral é essencial.

Vai desde nutrição, exercícios e sono regular, até o processo de ginástica cerebral para estimular um melhor desenvolvimento das áreas responsáveis ​​pela tomada de decisões e controle emocional.

Fonte: www.tecmundo.com.br

Curta, comente e compartilhe nosso conteúdo!

Vai mais um pouco de curiosidade aí? 😉

Veja também:

>>> O baixo índice de leitura dos jovens brasileiros pode representar problemas no futuro

>>> A ciência diz que os cães podem prever suas emoções

>>> Pai busca ração para mãe que estava amamentando seus filhotes (video)