Finlândia, o país mais honesto do mundo: conheça a história


Finlândia

Preparamos esse conteúdo “Finlândia, o país mais honesto do mundo: conheça a história” principalmente para você que, desde já, do mesmo modo se inspire e absorva mais um pouco de sabedoria.

A Finlândia é um país onde as pessoas acreditam que outras pessoas sempre dizem a verdade. A honestidade está implícita até prova em contrário.

Muito apreciada por muitos finlandeses, a honestidade é a base das relações. As pessoas acreditam que a outra pessoa sempre diz a verdade. “A honestidade é uma marca registrada da cultura finlandesa – pelo menos em comparação com outras culturas”, disse à BBC Johannes Kananen, professor da Escola Sueca de Ciências da Universidade de Helsinque.

Um hábito finlandês comum é que objetos perdidos são sempre encontrados por seus donos. Um exemplo são as luvas que são deixadas debaixo de uma árvore para que possam ser vistas facilmente à distância, pois muitas vezes as crianças perdem as luvas. Natalie Gaudet, da Aalto University, explica que “numa sociedade onde a honestidade está implícita, todos entendem que apenas o dono do item perdido pode obtê-lo”.

Entenda

Além disso, há muitos anos o Reader’s Digest fez um “teste de carteira perdida”. Vários jornalistas perderam 198 carteiras, com US$ 50, em várias partes do mundo. Além de dinheiro, informações de contato, fotos de família e cartões de visita também são armazenados. Na capital finlandesa, onze das doze carteiras foram devolvidas. Isso fez de Helsinque a cidade mais honesta do mundo.

Por muitos anos a Finlândia esteve sob o domínio do Império Sueco, naquela época o sueco era a língua da elite e o finlandês era falado pelas classes mais baixas, clero e campeão. A Finlândia alcançou o autogoverno em 1809, quando Alexandre I da Rússia durante a Guerra Finlandesa se tornou o Grão-Ducado da Finlândia. Neste ponto, começou a formação da identidade finlandesa como a conhecemos hoje.

Segundo Urpu Strellman, autor literário radicado em Helsinque, nessa época se estabeleceram os estereótipos dos finlandeses como austeridade, humildade, trabalho árduo, obediência a Deus e superação de tempos difíceis. Além disso, eles aceitam tudo o que está por vir, tendo iniciado o relacionamento da Finlândia com honestidade.

Devido ao ambiente rural e ao inverno ártico escuro, os finlandeses tiveram que adotar o “sisu”. Termo finlandês usado para descrever coragem, resiliência e resistência.

Concorda?

Siga o Feed Curioso no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeiro lugar.

Você também pode gostar:

Vai mais um pouco de curiosidade aí?

Compartilhe nosso conteúdo!

Quantas estrelas ⭐⭐⭐⭐⭐ este artigo merece?

5/5 - (1 vote)